21 de ago de 2007

Casa-Eficiente - UFSC e Eletrosul


Casa-eficiente modelo é desenvolvida em Florianópolis

Construção alia tecnologia e conforto ambiental

Elaborada pelo Laboratório de Eficiência Energética em Edificação (Labeee) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a Casa Eficiente é um modelo que melhor define tecnologia de ponta em eficiência energética e conforto ambiental para residências. Este projeto teve a parceria da Eletrobrás e Eletrosul.

A casa, que está sendo construída em Florianópolis num terreno cedido pela Eletrobrás, terá uma área aproximada de 206 metros quadrados e foi projetada para uma família de 4 pessoas. Simulações computadorizadas já indicam que a redução de energia pode chegar a 48% para uma residência com este porte.

A integrante da equipe que supervisiona o projeto Juliana Batista, mestranda em Arquitetura e Urbanismo da UFSC, explica que o objetivo do trabalho é divulgar soluções inovadoras e eficientes no uso racional de energia, tanto para profissionais da área quanto arquitetos, engenheiros e, principalmente, para os consumidores. “A importância do trabalho está no aspecto didático, já que novos conceitos e padrões serão disseminados, proporcionando o uso racional de energia e a conseqüente preservação dos recursos naturais”, diz Batista. E complementa: “Nós queremos evitar que exista desperdício na construção civil com a troca por equipamentos eficientes. É importante manter padrões nacionais de consumo nas edificações para economizar energia e evitar desperdícios dos recursos naturais, para depois não ter de procurar formas alternativas”.

Segundo ela, embora a casa abrigue uma série de tecnologias de ponta, não é uma residência artificial. A pesquisadora explica que boa parte do projeto foi feito com soluções arquitetônicas adequadas ao clima de Florianópolis. “É um projeto climático, todos os detalhes foram pensados visando o resultado”, disse.

Na casa, foram instalados painéis fotovoltaicos destinados à produção de energia e, além disso, terá um reaproveitamento da água e tecnologia para captação de chuva. A circulação de água aquecida em tubulação de cobre será responsável pelo aquecimento dos quartos. Para resfriá-los, serão instalados equipamentos que captam o ar noturno. A residência também terá uma camada de terra com vegetação para diminuir o aquecimento interno. A maior parte das instalações ficará visível ao público.

A Casa Eficiente terá uma sala de jantar, uma de estar, cozinha, banheiro, uma área de serviço coberta, um quarto de solteiro, um de casal e um teto-jardim para visitação.

Vale a pena acessar o link abaixo e navegar nos vídeos da casa. Um Belo projeto!
Mais: www.eletrosul.gov.br/casaeficiente/
----------------------------------------------------

House-efficient model is developed in Florianópolis

Construction allies technology and environmental comfort

Elaborated by the Laboratory of Energy Efficiency in Construction (Labeee) of the Federal University of Santa Catarina (UFSC), the Efficient House is a model that best defines up-to-the-minute technology in energy efficiency and environmental comfort for residences. This project had the partnership of Eletrobrás and Eletrosul.

The house, that it is being built in Florianópolis in a land given in by Eletrobrás, he/she will have an approximate area of 206 square meters and it was projected for a family of 4 people. Simulations computerized indicate already that the reduction of energy can arrive to 48% for a residence with this load.

The member of the team that supervises the project Juliana Batista, mestranda in Architecture and Urbanization of UFSC, explains that the objective of the work is to publish innovative and efficient solutions in the rational use of energy, so much for professionals of the area as architects, engineers and, mainly, for the consumers. “The importance of the work is in the didactic aspect, since new concepts and patterns will be disseminated, providing the rational use of energy and the consequent preservation of the natural resources”, Batista says. And it complements: “We want to avoid that waste exists in the building site with the change for efficient equipments. It is important to maintain national patterns of consumption in the constructions to save energy and to avoid wastes of the natural resources, for later not to have to seek alternative forms.”

According to her, although the house shelters a series of up-to-the-minute technologies, it is not an artificial residence. The researcher explains that good part of the project was been with appropriate architectural solutions to the climate of Florianópolis. “It is a climatic project, all the details were thought seeking the result”, he/she said.

In the house, panels fotovoltaicos were installed destined to the production of energy and, besides, he/she will have a reaproveitamento of the water and technology for rain reception. The circulation of warm water in copper piping will be responsible for the heating of the rooms. To cool them, they will be installed equipments that capture the night air. The residence will also have an earth layer with vegetation to reduce the internal heating. Most of the facilities will be visible to the public.

The Efficient House will have a dining room, one of being, cooks, bathroom, an area of covered service, a bachelor room, one of couple and a roof-garden for visitation.

It is worthwhile to access the link below and to navigate in the videos of the house. A Beautiful project!
Plus: www.eletrosul.gov.br/casaeficiente /

Nenhum comentário:

:: Talento Ambiental / Environment Talent